Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2011

Hoje apetece-me...

Imagem
... Puddle Of Mudd e Blurry.


Oh no!

Imagem

Sim... Porquê?

Imagem
Pergunto eu também :/

Letting the Cables Sleep...

Imagem
... dos Bush.

You in the dark You in the pain You on the run Living a hell Living your ghost Living your end Never seem to get in the place that I belong Don't wanna lose the time Lose the time to come

Whatever you say it's alright Whatever you do it's all good Whatever you say it's alright Silence is not the way We need to talk about it If heaven is on the way If heaven is on the way

You in the sea On a decline Breaking the waves Watching the lights go down Letting the cables sleep

Whatever you say it's alright Whatever you do it's all good Whatever you say it's alright Silence is not the way We need to talk about it If heaven is on the way We'll wrap the world around it If heaven is on the way If heaven is on the way

I'm a stranger in this town I'm a stranger in this town I'm a stranger in this town

If heaven is on the way If heaven is on the way I'm a stranger in this town I'm a stranger in this town

Reconhecimento à loucura

Já alguém sentiu a loucura vestir de repente o nosso corpo? Já. E tomar a forma dos objectos? Sim. E acender relâmpagos no pensamento? Também. E às vezes parece ser o fim? Exactamente. Como o cavalo do soneto de Ângelo de Lima? Tal e qual. E depois mostrar-nos o que há-de vir muito melhor do que está? E dar-nos a cheirar uma cor que nos faz seguir viagem sem paragem nem resignação? E sentirmo-nos empurrados pelos rins na aula de descer abismos e fazer dos abismos descidas de recreio e covas de encher novidade? E de uns fazer gigantes e de outros alienados? E fazer frente ao impossível atrevidamente e ganhar-lhe, e ganhar-lhe ao ponto do impossível ficar possível? E quando tudo parece perfeito poder-se ir ainda mais além? E isto de desencantar vidas aos que julgam que a vida é só uma? E isto de haver sempre ainda mais uma maneira pra tudo?
Tu só, loucura, és capaz de transformar o mundo tantas vezes quantas sejam as necessárias para olhos individuais. Só tu és capaz de fazer que tenham razão tantas razões que hão-de viv…

Hoje apetece-me...

Imagem
... Melanie e Ruby Tuesday.



Bom dia :)

Imagem

Hoje...

Imagem
... não me apetece!


Estou em 'pause'... :)



Poema Ecológico

Amigo Chefe Seattle,Li a tua carta escrita em 1854 ao grande Chefe Branco de Washington.
Sou um homem de 1978 que vive, como tu previste, num mundo em decadência e destruição. Já não ouço o sussurrar do vento nem o diálogo nocturno das rãs nos charcos da selva. Já nem temos selva.
As flores murcham, as árvores agonizam, os pássaros fogem e os insectos deixam de zumbir. Sei que sou um homem enjaulado numa cidade, enquanto outrora tu vivias nas pradarias, lá onde bisontes e búfalos te alimentavam o corpo e a alma.
Os rios, para ti sagrados, são hoje para mim apenas uma miragem de infância. Neles, em vez de peixes a fazerem corridas e acrobacias, eu vejo o lixo da nossa civilização, os detritos deste mundo, as opulências mortas de uma humanidade que se afunda vertiginosamente na era do plástico.
Olho para as estrelas e o luar. Parecem mais distantes do que são, e os meus olhos, desabituados já de os observar, cansam-se facilmente. Não tenho, como tu tinhas, esse poder de olhar de frente …

O meu primeiro livro

Imagem
O primeiro livro que li sozinha chamava-se "Havita, o indiozinho".
Não sei o que é feito dele.
Era muito bonito. Pelo menos para mim, era.
Na capa estava a imagem do dito índio. De frente. Na contracapa, estava de costas.
Era recortado. Quer dizer, a capa era o recorte do contorno do Havita e da sua fita com a pena de índio.

Andei a procura na net e encontrei uma imagem da história.  Não a versão que eu tinha, mas a história é a mesma.  Lembro-me que a T. me explicou o que era um "cacique".  E eu fixei.  "Cacique é o Grande Chefe. Dos índios. E pode chamar-se Grande Chefe Pele Vermelha". :}

Hoje apetece-me...

Imagem
Bach.


Sexta-feira!

Imagem

E...

Imagem
... Boa Noite :)



Hoje apetece-me...

Imagem
... With Or Without You dos U2.


Dez reis de esperança

Se não fosse esta certeza
que nem sei de onde me vem,
não comia, nem bebia,
nem falava com ninguém.
Acocorava-me a um canto,
no mais escuro que houvesse,
punha os joelhos à boca
e viesse o que viesse.
Não fossem os olhos grandes
do ingénuo adolescente,
a chuva das penas brancas
a cair impertinente,
aquele incógnito rosto,
pintado em tons de aguarela,
que sonha no frio encosto
da vidraça da janela,
não fosse a imensa piedade
dos homens que não cresceram,
que ouviram, viram, ouviram,
viram, e não perceberam,
essas máscaras selectas,
antologia do espanto,
flores sem caule, flutuando
no pranto do desencanto,
se não fosse a fome e a sede
dessa humanidade exangue,
roía as unhas e os dedos
até os fazer em sangue.
António Gedeão

Hoje apetece-me...

Imagem
... Cat Power e I Found a Reason.


Um livro...

Imagem
... M A G N Í F I C O!


Um presente. De quem? Evidentemente... Do mano! :)

Mais uma vez...

Imagem
... não houve tempo :/


Até estou baralhada da vista! :D :D :D

(Inimigo) Público :/

Não! Não é notícia do Inimigo Público!
É do jornal Público mesmo...

Hoje apetece-me...

Imagem
... Whitesnake e Would I Lie To You.


A grande verdade!

Imagem

A noite desce tranquila

A noite desce tranquila,
Lâmpada desapagada,
De argila
Negada,
Traz sossego? Não sou nada.
A noite baixa na calma
De o dia deixar de ser.
Minha alma?
Que quer
O que em mim sabe se quer?
Fernando Pessoa


Hoje apetece-me...

Imagem
... Smoke on the Water dos Deep Purple (16/Agosto/72) 


Bom dia :)

Imagem
Parece que o Joãozinho já fez os deveres.
Parece que a Mariazinha já foi à missa.

Parece que vou despentear-me um pouquinho mais!  Além disso, o tempo está horrível...

Mas o dia vai ficar lindo com a chegada dos meus manos :)
:)

O original.

Imagem
Sílvio Rodríguez.

:)

Estes nossos amigos :)

Imagem
Lindo!
Berthold Brecht, Mercedes Sosa e Milton Nascimento e Sueño con serpientes.

"Hay hombres que lucha un dia y son buenos
Hay otros que luchan un año y son mejores
Hay quienes luchan muchos años y son muy buenos
Pero hay los que luchan toda la vida
Esos son los imprescindibles"
(Bertholt Brecht) Sueño con serpientes, con serpientes de mar
Con cierto mar, ay, de serpientes sueño yo
Largas, transparentes, y en sus barrigas llevan
Lo que puedam arrebatarle al amor Oh, la mato y aparece una mayor
Oh, con mucho más infierno en digestión No quepo en su boca, me trata de tragar
Pero se atora con un trébol de mi sien
Creo que está loca: le doy de masticar una paloma e la enveneno de mi bien Oh, la mato y aparece una mayor
Oh, con mucho más infierno en digestión Esta afin me enguye, y mientras por su esofago
Paseo, voy pensando en qué vendrá
Pero se destruye cuando llego a su estomago
Y planteo con un verso una verdad Oh, la mato y aparece una mayor
Oh, con mucho más infierno en digestión

Não iremos embora

Aqui
Sobre vossos peitos Persistimos Como uma muralha Em vossas goelas Como cacos de vidro Imperturbáveis E em vossos olhos Como uma tempestade de fogo
Aqui Sobre vossos peitos Persistimos Como uma muralha Em lavar os pratos em vossas casas Em encher os copos dos senhores Em esfregar os ladrilhos das cozinhas pretas Para arrancar A comida de nossos filhos De vossas presas azuis Aqui sobre vossos peitos Persistimos Como uma muralha Famintos Nus Provocadores Declamando poemas Somos os guardiões da sombra Das laranjeiras e das oliveiras Semeamos as ideias como o fermento na massa Nossos nervos são de gelo Mas nossos corações vomitam fogo

Há sempre alguém que resiste...

Imagem
... Há sempre alguém que diz não! Adriano Coreia de Oliveira e Trova do vento que passa.

Hoje apetece-me...

Imagem
... Homem Só Meu Irmão. Luiz Goes.

Hoje apetece-me...

Imagem
... Snow Patrol e You Could Be Happy.

Completamente...

Imagem
... solidária com os alunos! ;)

Inimigo Público :D :D :D

Imagem
Ministro indiano engana-se e lê notas de Luís Amado e durante 2 horas desanca violentamente em José SócratesPor António MarquesO IP foi o primeiro jornal a falar com o ministro indiano do Exterior, tendo o repórter pedido a S.M Krishna uma entrada de chamuças e depois um Chicken Tandoori, mas o ministro não riu, mostrando que não tem sentido de humor: “Em nome da Índia, peço desculpas a Portugal pelo incidente! Peço desculpas ao PM Sócrates, por ter dito “Mas quando é que este Sócrates vai embora do Governo?“ou “Quando é que este Sócrates faz uma remodelação e me deixa ir à minha vida ?“ou “Será que o Sócrates não percebe que tirando o Santos Silva, nenhum outro ministro ainda o grama?“ e “Cavaco, manda abaixo o Governo e tira-me deste filme!“. E por sorte não cheguei a traduzir o desenho em que o vosso PM está numa forca, senão era o fim! Mas tenho de agradecer a Luís Amado, por não ter escrito nada de ofensivo sobre o Paquistão, caso contrário havia agora uma guerra nuclear!“. AM

Os que lutam

Há aqueles que lutam um dia;                 e por isso são bons;
Há aqueles que lutam muitos dias;                  e por isso são muito bons;
Há aqueles que lutam anos;                 e são melhores ainda;

Porém há aqueles que lutam toda a vida;  esses são os imprescindíveis. Berthold Brecht.

Para o Mano :)

Imagem
The Court of the Crimson King dos King Crimson!


Feliz Aniversário! :)

Imagem
Hoje o meu mano faz anos!  Parabéns! Feliz Aniversário!

Espero que tenha gostado do presente surpresa que ia no saco vermelho e que a T fez com que não fosse assim tão surpreendente... :D :D :D

Balada da neve

Batem leve, levemente,
como quem chama por mim.
Será chuva? Será gente?
Gente não é, certamente
e a chuva não bate assim.


É talvez a ventania:
mas há pouco, há poucochinho,
nem uma agulha bulia
na quieta melancolia
dos pinheiros do caminho...


Quem bate, assim, levemente,
com tão estranha leveza,
que mal se ouve, mal se sente?
Não é chuva, nem é gente,
nem é vento com certeza.


Fui ver. A neve caía
do azul cinzento do céu,
branca e leve, branca e fria...
Há quanto tempo a não via!
E que saudades, Deus meu!


Olho-a através da vidraça.
Pôs tudo da cor do linho.
Passa gente e, quando passa,
os passos imprime e traça
na brancura do caminho...


Fico olhando esses sinais
da pobre gente que avança,
e noto, por entre os mais,
os traços miniaturais
duns pezitos de criança...


E descalcinhos, doridos...
a neve deixa inda vê-los,
primeiro, bem definidos,
depois, em sulcos compridos,
porque não podia erguê-los!...
Augusto Gil

Hoje apetece-me...

Imagem
... Sting e Englishman In New York.

Hoje...

Imagem
é só...

dormir :)

Hoje apetece-me...

Imagem
... Sérgio Godinho e O primeiro dia.

Através do teu coração passou um barco

Através do teu coração passou um barco
                                Que não pára de seguir sem ti o seu caminho
Sophia de Mello Breyner Andresen



PHHHHHHHHHT!

Imagem

Incontornável...

Imagem
Hoje comprei o DVD dos Metallica e da Orquestra Sinfónica de São Francisco, sob a direcção do maestro Michael Kamen.
Por isso, Nothing Else Matters.


O meu presente de hoje...

Imagem
Mr. M.  Lindo!

:)

Hoje apetece-me...

Imagem
... The Cranberries e Ode To My Family.


Bom dia :)

Imagem
♫ ♪ La la lala la lala la la ♬♩ ♫♬♩♪

Hoje vem o meu mano :)

Você aprende :)

Shakespeare...

Improviso Corrigido

Se minto? Quantas vezes!  Mas em palavras. Não  Nos meus olhos castanhos portugueses,  Nestas linhas atávicas da mão...  Se minto?... Minto, pois!  Mas nas orais palavras que vos digo.  Não nas que entoo a sós comigo,  E em que enfim deixo de ser dois.  Não nas que entrego a músicas, miragens,  Alegorias, fábulas, mentiras,  Cadências, símbolos, imagens,  Ecos da minha e mil milhões de liras.  Se minto?... Minto!  É regra de viver. Mas não quando, poeta, me desnudo,  E a mim me visto de inocência, e a tudo.  Venha quem saiba ver!  Venha quem saiba ler!  José Régio

Mas...

Imagem
... apetece-me muito mais ir para o SOL!


Por isso, 'bora' lá a passear!

Hoje apetece-me...

Imagem
... Bill Withers e Ain't No Sunshine When She's Gone.

Soneto do Trabalho

Das prensas dos martelos das bigornas
das foices dos arados das charruas
das alfaias dos cascos e das dornas
é que nasce a canção que anda nas ruas.


Um povo não é livre em águas mornas
não se abre a liberdade com gazuas
à força do teu braço é que transformas
as fábricas e as terras que são tuas.


Abre os olhos e vê. Sê vigilante
a reacção não passará diante
do teu punho fechado contra o medo.


Levanta-te meu Povo. Não é tarde.
Agora é que o mar canta é que o sol arde
pois quando o povo acorda é sempre cedo.

Ary dos Santos

Hoje apetece-me...

Imagem
... James Blunt e Wisemen.


Abençoada...

Imagem
... sexta-feira :)



Hoje apetece-me...

Imagem
... O Anzol dos Radio Macau.


Algumas imagens de Inverno

Chega mais cedo;
conheço-lhe os passos:
já muita vez aqueceu as mãos
ao lume das minhas.
Vai demorar-se;
sacudir a lama, remendar
os sapatos, tirar o sal
que se juntou em redor dos lábios.
Entre o silêncio e o falar
não há senão
espaço para anoitecer.
Tão pesadas, as folhas do ar.
Eugénio de Andrade

Hoje apetece-me...

Imagem
... Bruce Springsteen e Cover Me.

Demasiado...

Imagem
... cansaço.

Abraçar a vida!

Imagem
Quando conduzirem, lembrem-se deste pequeno filme. Até arrepia de lindo que é...


Foi a Madrinha que enviou por mail.

Hoje apetece-me...

Imagem
... Espécie de Vampiro de Jorge Palma.

Eu não sou quem tu desejas Eu não sou aquele que beijas Sou um mero pesadelo ou fantasia Eu sou muito mais que velho E intimido qualquer espelho Sou o amigo mais funesto da poesia Sou um tipo de morcego Que é completamente cego Embora, às vezes, seja fã do fritz lang Sou uma espécie de vampiro E quando sobre ti me atiro É para saborear um pouco do teu sangue Só para beber gota a gota o teu sangue Tu não sabes de onde venho Dás conversa a qualquer estranho Ainda vais beijar-me os lábios docemente Não confias nos teus pais E acreditas que os jornais Só relatam a verdade doutra gente Sou um tipo de morcego Que é completamente cego Embora, às vezes, seja fã do fritz lang Sou uma espécie de vampiro E quando sobre ti me atiro É para saborear um pouco do teu sangue