Sobre um poema

Um poema cresce inseguramente 
na confusão da carne, 
sobe ainda sem palavras, só ferocidade e gosto, 
talvez como sangue 
ou sombra de sangue pelos canais do ser. 

Fora existe o mundo. Fora, a esplêndida violência 
ou os bagos de uva de onde nascem 
as raízes minúsculas do sol. 
Fora, os corpos genuínos e inalteráveis 
do nosso amor, 
os rios, a grande paz exterior das coisas, 
as folhas dormindo o silêncio, 
as sementes à beira do vento, 
— a hora teatral da posse. 
E o poema cresce tomando tudo em seu regaço. 

E já nenhum poder destrói o poema. 
Insustentável, único, 
invade as órbitas, a face amorfa das paredes, 
a miséria dos minutos, 
a força sustida das coisas, 
a redonda e livre harmonia do mundo. 

— Em baixo o instrumento perplexo ignora 
a espinha do mistério. 
— E o poema faz-se contra o tempo e a carne. 

Herberto Helder


Comentários

Hugo Nofx disse…
"E já nenhum poder destrói o poema.
Insustentável, único,
invade as órbitas, a face amorfa das paredes,
a miséria dos minutos,
a força sustida das coisas,
a redonda e livre harmonia do mundo."

Um dos alfarrabistas que frequentava regularmente, um dos que estão naquelas escadinhas longas que vão dar ao Largo da Misericórdia, disse-me um dia que há minutos tinha passado por ali o Herberto Helder, no seu passeio da tarde... Eu, naquela altura, nem sabia reconhecer o Herberto fisicamente, só sabia reconhecer os poemas dele que eu já amava. Naquela altura, a net não estava acessível como hoje, e não tínhamos o Sr.Google para perguntarmos sobre o aspecto de algum poeta de que gostamos. Um poeta que não dá entrevistas, nem tem vida social que se veja nos jornais e revistas da especialidade. Passei tantas vezes por ali, por aqueles alfarrabistas. Descobri ali coisas que nunca pensei que existissem. Aprendi sempre ao conversar com eles e principalmente com esse que referi. Rapaz novo, autor de BD, alfarrabista para ganhar algum, e admirador do Herberto como eu.


BEIJOS para ti, nêspera!
nêspera disse…
E diz lá, com toda a honestidade:
Não foi bem melhor conheceres esse alfarrabista?
Beijos :)
Hugo Nofx disse…
Bem melhor do que...?!
nêspera disse…
do que... perguntar ao sr google, evidentemente ;)
Hugo Nofx disse…
É pá desculpa nêspera, estou muita lento e por isso não percebi!
beijos de um gato embrutecido.

Mensagens populares deste blogue

🎶zeca afonso🎶maio maduro maio🎶