Le Havre

Amei!
E ainda dizem que não está tudo ligado...
O filme termina com esta frase:
‘Marcel, a cerejeira está em flor.’:)


Comentários

Hugo Nofx disse…
ahahahahahahahahahah! Do Kaurismäki lembro-me sempre da história que o Bénard da Costa gostava de contar acerca dele. Ainda na Cinemateca antiga, antes das obras, o Kaurismäki veio cá por altura do ciclo que lhe foi dedicado. O problema é que depois de almoço ele estava tão bêbado que impossibilitou qualquer diálogo produtivo com a plateia... O Bénard sempre se ria imenso ao contar este episódio...

Gosto deste realizador finlandês.

beijos.

Mensagens populares deste blogue

🎶zeca afonso🎶maio maduro maio🎶