Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2012

Ao contrário...

Imagem
... há uma balança que diz que eu estou em forma! Mas só uma... ;D

Poema para Galileo

Imagem
Estou olhando o teu retrato, meu velho paisano,
aquele teu retrato que toda a gente conhece,
em que a tua bela cabeça desabrocha e floresce
sobre um modesto cabeção de pano.
Aquele retrato da Galeria dos Ofícios da tua velha Florença.
(Não, não, Galileo! Eu não disse Santo Ofício.
Disse Galeria dos Ofícios.)
Aquele retrato da Galeria dos Ofícios da requintada Florença.

Lembras-te? A Ponte Vecchio, a Loggia, a Piazza della Signoria…
Eu sei… eu sei…
As margens doces do Arno às horas pardas da melancolia.
Ai que saudade, Galileo Galilei!

Olha. Sabes? Lá em Florença
está guardado um dedo da tua mão direita num relicário.
Palavra de honra que está!
As voltas que o mundo dá!
Se calhar até há gente que pensa
que entraste no calendário.

Eu queria agradecer-te, Galileo,
a inteligência das coisas que me deste.
Eu,
e quantos milhões de homens como eu
a quem tu esclareceste,
ia jurar — que disparate, Galileo!
— e jurava a pés juntos e apostava a cabeça
sem a menor hesitação —
que os corpos caem t…

E lembrei-me...

Imagem
... que eu e a B. dançámos Thriller, nesses anos 80, numa discoteca algures por aqui! :)
Cidade de Espinho.  Saudades da Rua 19 e da pastelaria Baviera...  Será que ainda existem os deliciosos éclairs de chocolate?

Michael Jackson e Thriller

Imagem
Nunca fui fã, mas claro que dancei isto em 1982! Poucas vezes, confesso, porque isto não era bem a minha praia... Mas hoje vou dançar este Thriller porque é o seu 30.º aniversário. ;D
E, sim, acho que esta curta-metragem de Michael Landis mudou os telediscos (ou videoclip, como queiram) da época. 

Staind e It's Been Awhile

Imagem
Apetece-me porque I loved myself as well... :)
It's been a while
Since I've seen the way
the candles light your face
It's been a while
But I can still
remember just the way you taste

Correr?!?

Imagem
;D

Bye Bye!

Imagem
Na mouche! Com o que (me) aconteceu ontem e hoje não podia ser mais oportuno... Bye Bye! ;)

Desde a aurora

Imagem
Como um sol de polpa escura
para levar à boca,
eis as mãos:
procuram-te desde o chão,

entre os veios do sono
e da memória procuram-te:
à vertigem do ar
abrem as portas:

vai entrar o vento ou o violento
aroma de uma candeia,
e subitamente a ferida
recomeça a sangrar:

é tempo de colher: a noite
iluminou-se bago a bago: vais surgir
para beber de um trago
como um grito contra o muro.

Sou eu, desde a aurora,
eu — a terra — que te procuro.
Eugénio de Andrade

Tim Booth e Down To The Sea

Imagem
Apetece-me porque gosto de uivos (de lobo) para a lua! :)
Here's my diversion
A howl at the moon
The only time I feel alive is when I'm with you
Go down
Down to the sea
Down to the ocean
She's calling to me
Gonna wash away my tears from your face

Declaração antigreve de Alice Vieira

Imagem
Surripiado de:  MEMÓRIAS...e outras coisas...: DECLARACÃO ANTIGREVE da Alice Vieira
DECLARO:
QUE estou absolutamente contra qualquer coação que limite a minha liberdade de trabalhar.
QUE, por isso, estou contra as greves, piquetes sindicais e qualquer tipo de violência que me impeçam a livre deslocação e acesso ao meu posto de trabalho.
QUE por um exercício de coerência com esta postura, e como mostra da minha total rejeição às violações dessas liberdades,EXIJO:

1 º. QUE me seja retirado o benefício das 8 horas de trabalho diário, dado que este benefício foi obtido por meio de greves, piquetes e violência, e que me seja aplicada a jornada de 15 horas diárias em vigor antes da injusta obtenção deste benefício.

2 º. QUE me seja retirado o benefício dos dias de descanso semanal, dado que este beneficio foi obtido, por meio de greves, piquetes e violência, e que me seja aplicada a obrigação de trabalhar sem descanso de domingo a domingo.

3 º. QUE me seja retirado o benefício das férias, dado qu…

'Benzós Deus, que já ná pacência'.

Imagem
Mais um Benzós Deus, que já ná pacência.
Oh senhor porta-quê do quê, importa-se de repetir e de explicar?!?!? É que eu não percebi... :|


Fall

Imagem
Amei! :)
Jamie Scott

É uma Tolice Desculpar um Falhado

Imagem
É uma tolice desculpar um falhado com argumentos de meio, época, saúde, idade, etc. O verdadeiro triunfador cria as condições da sua realização. Que se importa a gente com as doenças de Beethoven, e que pesam elas na sua obra? A natureza, quando dá génio, dá forças, tempo e coragem para vencer todos os obstáculos que o não deixem desabrochar. Não há malogrados. O único argumento a favor da sua existência é a idade. Ora na idade de malogrados morreram Keats, Cesário e Rafael...
Construir uma vida e uma obra parece ter sido sempre a façanha dos grandes. E se Goethe precisou de oitenta anos para se cumprir, Shelley pediu um prazo mais curto à natureza. O que tinha a dizer, dizia-se mais depressa...
Miguel Torga

SaReGaMa e Lotus

Imagem
Apetece-me porque gosto de flores aquáticas. :)

Acabei de ver...

Imagem
... que fui presenteada com duas belas fotos da poetisa fotógrafa Sa(ha)ra! Obrigaaada. :)

Que sorriso lindo e beijo delicado... Retribuídos! Tem uma noite com sonhos luminosos, doce Sa(ha)ra. :)

Nunca mais aprendem!

Imagem
Homens... ;D

Um poeta

Imagem
Um poeta
É um ser único
Em montes de exemplares
Que só pensa em versos.
E só escreve em música
Sobre assuntos diversos
Uns vermelhos outros verdes
Mas sempre magníficos.
Boris Vian

Peter Broderick e It Starts Hear

Imagem
Apetece-me isto. Nem sei muito bem o porquê... :)

I wanted to say, ‘There is love here.’
I wanted to say, ‘I am ready to share.’
But I don’t own anything
I don’t own anything
And that’s why I’ll go silent

Vou nadar...

Imagem
... e armar-me em sereia! ;)

Interaction de formes

Imagem
J’aime bien la géométrie! :)
Carlín Díaz

A Sofreguidão de um Instante

Imagem
Tudo renegarei menos o afecto,
e trago um ceptro e uma coroa,
o primeiro de ferro, a segunda de urze,
para ser o rei efémero
desse amor único e breve
que se dilui em partidas
e se fragmenta em perguntas
iguais às das amantes
que a claridade atordoa e converte.
Deixa-me reinar em ti
o tempo apenas de um relâmpago
a incendiar a erva seca dos cumes.
E se tiver que montar guarda,
que seja em redor do teu sono,
num êxtase de lábios sobre a relva,
num delírio de beijos sobre o ventre,
num assombro de dedos sob a roupa.
Eu estava morto e não sabia, sabes,
que há um tempo dentro deste tempo
para renascermos com os corais
e sermos eternos na sofreguidão de um instante.
José Jorge Letria

Kalú e Demagogia

Imagem
Olha uma novidade! Kalú a cantar sem ser Tonto... ;) Eu hei-de resistir em pé na luta até cair!

E vens tu com um sorriso
Como se fosses um amigo
Mascarado no teu brilho
A tua alma não a sinto

Queres ter o dedo no gatilho
E matar o teu próprio filho
Roubar o teu povo rico

Tu queres viver sozinho

Queres levar a emoção
Manipular a sensação
Censurar a paixão é opressão

Não vai ser assim
Isso não serve pra mim
Eu hei-de resistir em pé na luta até cair

E vens tu com o teu discurso
Mais um esforço é preciso
Metes a mão no meu salário
Viras o mundo ao contrário

Crias pobreza pra teu proveito
Queres um povo enfraquecido
Distraído, preocupado
Alienado ao teu estado

Tudo o que temos vai pró teu bolso
Comes a carne, deixas o osso
Estás metido até ao pescoço
És o culpado

Não vai ser assim
Isso não serve pra mim
Eu hei-de resistir em pé na luta até cair

Fazes a demagogia
Eu faço a revolução

Devolve-me a nação

Queres levar a emoção
Devolve-me a nação
Queres levar a sensação
Devolve-me a nação
Mascarar a visão
Devolve-me a nação

Ana Moura e Até ao Verão

Imagem
Hoje também é dia de discos pedidos. Apeteceu ao meu mano e a mim também. :)
Deixei
na Primavera o som do encanto
risa, promessa e sono santo
Já não sei o que é dormir bem.
E andei pelas favelas do que eu faço
Ora tropeço em erros crassos
ora esqueço onde errei.

Amigos para Sempre

Imagem
Os amigos cada vez mais se vêem menos. Parece que era só quando éramos novos, trabalhávamos e bebíamos juntos que nos víamos as vezes que queríamos, sempre diariamente. E, no maior luxo de todos, há muito perdido: porque não tínhamos mais nada para fazer.
Nesta semana, tenho almoçado com amigos meus grandes, que, pela primeira vez nas nossas vidas, não vejo há muitos anos. Cada um começa a falar comigo como se não tivéssemos passado um único dia sem nos vermos.
Nada falha. Tudo dispara como se nos estivera – e está – na massa do sangue: a excitação de contar coisas e partilhar ninharias; as risotas por piadas de há muito repetidas; as promessas de esperanças que estão há que décadas por realizar.
Há grandes amigos que tenho a sorte de ter que insistem na importância da Presença com letra grande. Até agora nunca concordei, achando que a saudade faz pouco do tempo e que o coração é mais sensível à lembrança do que à repetição. Enganei-me. O melhor que os amigos e as amigas têm a faze…

4:44

Imagem
Last Day on Earth. Muito, muito bom! Fez-me pensar o que eu gostaria de fazer (e com quem) se soubesse que mundo acabaria às 4:44... :)

Pearl Jam e Black

Imagem
Apetece-me porque sim. :)

Oh, and all I taught that was everything
How quick the Sun can, drop away
And now my bitter hands cradle broken glass
Of what was everything?
Oh, the pictures have all been washed in black, tattooed everything

Dead Combo e Esse Olhar Que Era Só Teu

Imagem
Fabuloso! Amei especialmente este Esse Olhar Que Era Só Teu. Por vários motivos :)

Para memória futura.

Imagem
Aqui vou eu. :)

Manolito's Dream

Imagem
:)
Alla Kinda

Sua Beleza

Imagem
Sua beleza é total
Tem a nítida esquadria de um Mantegna
Porém como um Picasso de repente
Desloca o visual

Seu torso lembra o respirar da vela
Seu corpo é solar e frontal
Sua beleza à força de ser bela
Promete mais do que prazer
Promete um mundo mais inteiro e mais real
Como pátria do ser
Sophia de Mello Breyner Andresen




Massive Attack e Unfinished Sympathy

Imagem
Hoje apetece-me isto. :)

The curiousness of your potential kiss
Has got my mind and body aching
Will it hurt me baby? Really cut me baby?
How could you have a day without a night?
You're the book that I have opened
And now I've got to know much more

Impossível é não Viver

Imagem
Se te quiserem convencer de que é impossível, diz-lhes que impossível é ficares calado, impossível é não teres voz. Temos direito a viver. Acreditamos nessa certeza com todas as forças do nosso corpo e, mais ainda, com todas as forças da nossa vontade. Viver é um verbo enorme, longo. Acreditamos em todo o seu tamanho, não prescindimos de um único passo do seu/nosso caminho.
Sabemos bem que é inútil resmungar contra o ecrã do telejornal. O vidro não responde. Por isso, temos outros planos. Temos voz, tantas vozes; temos rosto, tantos rostos. As ruas hão-de receber-nos, serão pequenas para nós. Sabemos formar marés, correntes. Sabemos também que nunca nos foi oferecido nada. Cada conquista foi ganha milímetro a milímetro. Antes de estar à vista de toda a gente, prática e concreta, era sempre impossível, mas viver é acreditar. Temos direito à esperança. Esta vida pertence-nos.
Além disso, é magnífico estragar a festa aos poderosos. É divertido, saudável, faz bem à pele. Quando eles pen…

Soundgarden e Fell On Black Days

Imagem
E por falar em discos pedidos, esta peço eu porque me apetece a mim! :)

I'm a search light soul
They say but I can't
See it in the night
I'm only faking
When I get it right

The Moody Blues e Nights In White Satin

Imagem
Apeteceu à T. e a mim também. Hoje é dia de discos pedidos! :)
Breathe deep the gathering gloom
Watch lights fade from every room
Bedsetter people look back and lament
Another day's useless energy's spent
Impassioned lovers wrestle as one
Lonely man cries for love and has none
New mother picks up and suckles her son
Senior citizens wish they were young
Cold-hearted orb that rules the night
Removes the colors from our sight
Red is grey and yellow white
And we decide which is right
And which is an illusion

Cherry Blossom Elephant in Forest

Imagem
Uma delícia :)
Kim Young-Jun


Tô tiste e de beiçola... :{

Imagem
Dei agora conta que hoje foi último dia que calcei as minhas queridas botinhas preferidas... Desempenharam bem a sua função, mas, como diria um sapateiro conhecido da nossa praça, ‘Partiu-se-lhe a alma e deu-a ao criador; não há nada a fazer’!

Aptidão, Vontade e Acção

Imagem
No reino da Natureza dominam o movimento e o agir. No reino da liberdade dominam a aptidão e o querer. O movimento é perpétuo e, sendo favoráveis as circunstâncias, manifesta-se necessariamente nos fenómenos. As aptidões, desenvolvendo-se embora em correspondência com a Natureza, têm contudo que ser postas em exercício por parte da vontade para poderem elevar-se gradualmente. É por isso que nunca temos no exercício livre da vontade a mesma certeza que temos na autonomia do agir natural; este último é qualquer coisa que se produz a si mesma enquanto que o primeiro é produzido.
O exercício da vontade, para ser perfeito e eficaz, tem que se adequar: no plano moral, à consciência — a uma consciência sem erro —, e, no domínio das artes, à regra — a uma regra que em nenhum lado está enunciada. A consciência não precisa de nenhum patrocínio, porque tem tudo o que lhe é necessário e porque só tem que ver com o mundo pessoal interior. O génio também não precisaria de nenhuma regra, mas, uma ve…

Placebo e Where Is My Mind

Imagem
Apetece-me porque também queria apanhar o sol das caraíbas na barriga! :)
I was swimmin' in the Carribean
Animals were hiding behind the rocks
Except the little fish
But they told me, he swears
Tryin' to talk to me to me to me

Where is my mind

‘Tá a assinar, people...

Imagem
... please! Não imaginam o jeitaço que já (me) deu.
E continua a dar! ;)

Lista de Signatários da Petição Não ao fim da ligação Aérea Bragança-Lisboa!

The Lady and the Chocolate

Imagem
Olha eu! :)
Vou comer um chocolate... Inteiro! ;)


:)

Imagem
Eu sei, eu sei... O intervalo foi pequeno. Isso deu-me uma tripla satisfação. A saber: (Ainda) tenho a capacidade de resolver umas tarefas e outras coisitas em menos tempo do que aquele que eu penso que preciso.(Ainda) quero descobrir e partilhar coisas novas, ainda que não sejam tão novas assim...(Ainda) gosto de fazer o que me apetece, mesmo que mude de apetite muitas vezes!


A pedido de várias famílias... ;)

Imagem
... e porque me apetece, estou preparando o regresso! :) As famílias a pedir (encarecidamente) o dito foram muitas... a minha e a tua! :D



Até já...

Imagem
:)

O vídeo ficou de fraquíssima qualidade. Tive que fazer cortes...
O original, feito pela F., está muito giro...
Mas sou eu, a nêspera :)




Bye Bye... For Now

Imagem
:)

O que Sempre Soube das Mulheres

Imagem
Tratam-nos mal, mas querem que as tratemos bem. Apaixonam-se por serial-killers e depois queixam-se de que nem um postalinho. Escrevem que se desunham. Fingem acreditar nas nossas mentiras desde que tenhamos graça a pregá-las. Aceitam-nos e toleram-nos porque se acham superiores. São superiores. Não têm o gene da violência, embora seja melhor não as provocarmos. Perdoam facilmente, mas nunca esquecem. Bebem cicuta ao pequeno-almoço e destilam mel ao jantar. Têm uma capacidade de entrega que até dói. São óptimas mães até que os filhos fazem 10 anos, depois perdem o norte. Pelam-se por jogos eróticos, mas com o sexo já depende. Têm dias. Têm noites. Conseguem ser tão calculistas e maldosas como qualquer homem, só que com muito mais nível. Inventaram o telemóvel ao volante. São corajosas e quando se lhes mete uma coisa na cabeça levam tudo à frente. Fazem-se de parvas porque o seguro morreu de velho e estão muito escaldadas. Fazem-se de inocentes e (milagre!) por esse acto de vontade tor…

Aimee Mann e Save me

Imagem
Apetece-me porque gosto de magnólias, magnórios e nêsperas... :)
You look like... a perfect fit,
For a girl in need... of a tourniquette.
But can you save me?
Come on and save me...
If you could save me,
From the ranks of the freaks,
Who suspect they could never love anyone

Love Language

Imagem
Hoje é Dia da Língua Gestual Portuguesa. Adorei estudar isto! :)

Bom dia!

Imagem
Haverá palavra mais doce que coquelicot? :)





O caminho faz-se caminhando...

Imagem

Zeca Afonso e Os Vampiros

Imagem
Em dia de luta, apetece-me isto! :)


No céu cinzento
Sob o astro mudo
Batendo as asas
Pela noite calada
Vêm em bandos
Com pés veludo
Chupar o sangue
Fresco da manada

Se alguém se engana
Com seu ar sisudo
E lhes franqueia
As portas à chegada
Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

A toda a parte
Chegam os vampiros
Poisam nos prédios
Poisam nas calçadas
Trazem no ventre
Despojos antigos
Mas nada os prende
Às vidas acabadas

São os mordomos
Do universo todo
Senhores à força
Mandadores sem lei
Enchem as tulhas
Bebem vinho novo
Dançam a ronda
No pinhal do rei

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

No chão do medo
Tombam os vencidos
Ouvem-se os gritos
Na noite abafada
Jazem nos fossos
Vítimas dum credo
E não se esgota
O sangue da manada
Se alguém se engana
Com seu ar sisudo
E lhe franqueia
As portas à chegada
Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

Greve Geral

Imagem

A greve é o teu grito!

Imagem
Amanhã, respira Portugal!

Mas Eu

Imagem
Mas eu, em cuja alma se refletem  As forças todas do universo,  Em cuja reflexão emotiva e sacudida  Minuto a minuto, emoção a emoção,  Coisas antagónicas e absurdas se sucedem —  Eu o foco inútil de todas as realidades,  Eu o fantasma nascido de todas as sensações,  Eu o abstrato, eu o projetado no écran,  Eu a mulher legítima e triste do Conjunto  Eu sofro ser eu através disto tudo como ter sede sem ser de água.  Álvaro de Campos

Viver é...

Imagem
Viver é uma peripécia. Um dever, um afazer, um prazer, um susto, uma cambalhota. Entre o ânimo e o desânimo, um entusiasmo ora doce, ora dinâmico e agressivo.
Viver não é cumprir nenhum destino, não é ser empurrado ou rasteirado pela sorte. Ou pelo azar. Ou por Deus, que também tem a sua vida. Viver é ter fome. Fome de tudo. De aventura e de amor, de sucesso e de comemoração de cada um dos dias que se podem partilhar com os outros. Viver é não estar quieto, nem conformado, nem ficar ansiosamente à espera.
Viver é romper, rasgar, repetir com criatividade. A vida não é fácil, nem justa, e não dá para a comparar a nossa com a de ninguém. De um dia para o outro ela muda, muda-nos, faz-nos ver e sentir o que não víamos nem sentíamos antes e, possivelmente, o que não veremos nem sentiremos mais tarde.
Viver é observar, fixar, transformar. Experimentar mudanças. E ensinar, acompanhar, aprendendo sempre. A vida é uma sala de aula onde todos somos professores, onde todos somos alunos. Viver é …

Avantgarde e Are you playing a game?

Imagem
Apetece-me porque já não ouvia há muito tempo! :)

Os Clã fazem parte do meu clã!

Imagem
Ontem foi dia de Clã! Amo (todos) os concertos deles, mesmo quando são de comemoração do aniversário de um qualquer centro comercial. 
Fui eu e a minha amiga C. Já não saíamos juntas há imenso tempo... E gosto muito de encontrar antigas alunas nos concertos a que eu também assisto. E, se calhar, sou responsável pelo gosto que elas têm pelos Clã. Algumas ouviram comigo, pela primeira vez! :)
Os sorrisos ficam para mim, mas posso garantir que são os mais lindos daqui! :)
E porque era um concerto dos Clã num dia 11 do 11, lembrei-me do meu amigo H. :)


Moloko e The Time Is Now

Imagem
Apetece-me porque a hora é agora! :)

Give up yourself unto the moment
The time is now
Give up yourself unto the moment
Let's make this moment ... last.

Estou...

Imagem
... aquiiiiiiiiiiiii! :)

Dourada Descamisada à Moda da Nêspera ;D

Imagem
Hoje andei a cozinhar e fiz uma Dourada Descamisada à Moda da Nêspera. E não é que estava uma delícia?!?! Um dia destes começo a fazer concorrência à família Limpo da Pantagruel! :D :D :D


Aprender a Ver

Imagem
Aprender a ver — habituar os olhos à calma, à paciência, ao deixar-que-as-coisas-se-aproximem-de-nós; aprender a adiar o juízo, a rodear e a abarcar o caso particular a partir de todos os lados. Este é o primeiro ensino preliminar para o espírito: não reagir imediatamente a um estímulo, mas sim controlar os instintos que põem obstáculos, que isolam. Aprender a ver, tal como eu o entendo, é já quase o que o modo afilosófico de falar denomina vontade forte: o essencial nisto é, precisamente, o poder não 'querer', o poder diferir a decisão. Toda a não-espiritualidade, toda a vulgaridade descansa na incapacidade de opor resistência a um estímulo — tem que se reagir, seguem-se todos os impulsos. Em muitos casos esse ter que é já doença, decadência, sintoma de esgotamento, — quase tudo o que a rudeza afilosófica designa com o nome de ‘vício' é apenas essa incapacidade fisiológica de não reagir. — Uma aplicação prática do ter-aprendido-a-ver: enquanto discente em geral, chegar-s…

Rhaban Ali Shai e Harmony

Imagem
Apetece-me harmonia, por isso oiço isto! :) 

;)

Imagem
See you tomorrow. Maybe...

Que consoladinhas ficámos!

Imagem
Eu e a minha mana! Outra data a reter... :)


O bem...

Imagem
... que isto me faz! :)