Mas Eu

Mas eu, em cuja alma se refletem 
As forças todas do universo, 
Em cuja reflexão emotiva e sacudida 
Minuto a minuto, emoção a emoção, 
Coisas antagónicas e absurdas se sucedem — 
Eu o foco inútil de todas as realidades, 
Eu o fantasma nascido de todas as sensações, 
Eu o abstrato, eu o projetado no écran, 
Eu a mulher legítima e triste do Conjunto 
Eu sofro ser eu através disto tudo como ter sede sem ser de água. 
Álvaro de Campos

Eu sou assim :)

Comentários

Hugo Nofx disse…
Caramba, estás parecida, contigo.

beijos.

(adoro a foto)
nêspera disse…
Claro que estou parecida. Sou eu! Ou a sombra de mim...

Bjis :)
Hugo Nofx disse…
Claro que sim. É o teu outro eu...

beijo.
nêspera disse…
É o (m)eu!

Bjis :)

Mensagens populares deste blogue

🎶zeca afonso🎶maio maduro maio🎶