Jafumega e Ribeira

Apetece-me muito, muito, muito! Por tudo… :)

O sol bate no goraz
nas sardinhas
nos legumes
as laranjas
e as maçãs
enchem o ar
de perfumes
torna-se duro o inverno
logo p´la manhã vem
o aconchego terno
do velho xaile de lã

A ponte é uma passagem
p´rá outra margem
A ponte é uma passagem
p´rá outra margem
Desafio pairando sobre o rio
a ponte é uma miragem…
Nas tasquinhas decoradas
curte-se o chique burguês
comem-se boas dobradas
ostenta-se a embriaguês
Há um navio fantasma
na voz de uma peixeira
e um velhote com asma mente à
própria ribeira
A ponte é uma passagem
p´rá outra margem
A ponte é uma passagem
p´rá outra margem
Desafio pairando sobre o rio
a ponte é uma miragem...
A ponte é uma passagem
p´rá outra margem
A ponte é uma passagem
p´rá outra margem
A ponte é uma passagem
p´rá outra margem

Comentários

Sahara disse…
Quantas pontes nos separam?

Tens de vir à minha margem...sim?

Nesta margem há uma luz quase Africana, intensa, bela...


Bjoca


Sahara disse…
Quando vieres tens de trazer ALETRIA...sim?????????




Ohhhhh diz que sim :-)

Abraço
nêspera disse…
Não há pontes a separar-nos… só há pontes que nos ligam! Só conheço essas pontes...:)

Um dia destes apareço…. se não estivesse doente, tinha ido no fim-de-semana.

Beijos, muitos :)
nêspera disse…
Se a mana estiver para nos presentear com esse manjar… Acho que sim!

Bjis :)

Mensagens populares deste blogue